A SÉRIE É O ÓPIO DO POVO

A Série é o coração de um mundo sem coração, o espirito de um mundo sem espírito, é o último suspiro da criatura oprimida. A série é o ópio do povo (Walter Lippold)
negan
Ao degustar a tão esperada nova dose, me senti estranho
não sei… estava na estiga, não pensava em outra coisa
fui com tudo… consumi aquilo que queria muito;
mas agora que o efeito ainda nem passou, parece que estou mais infeliz do que antes.
Li por aqui, nesta bolha, que esse bagulho não é pros fracos… me envaideci (lembrei que já vi coisas reais que deixariam esses diretoresinhos pseudo-revolucionários no chinelo), mas em seguida senti enjoo… tipo, triste com a humanidade, meio que morto por dentro… talvez sem fé no presente… um Walker… não sei..
Fico pensando aqui, ainda sob efeito, se não há algo em risco com a banalização da violência… Em epocas de preto desavisado compartilhando Bolsonaro; de brasileiro fazendo marcha pra Trump; de “Estado Islâmico” queimando vivo outros muçulmanos que discordam de sua interpretação… fico pensando qual é a função (ou pelo menos os efeitos culturais) dessa catarse em massa.
Não sei… Talvez, eu apenas não me encaixe na categoria dos “fortes” ou não tenha alcançado a verdadeira mensagem… ou ainda pior, esteja caindo no erro (que sempre critiquei) de querer problematizar tudo o tempo todo, ao invés de, simplesmente curtir a brisa…
É fato (louvável, por sinal) que as séries estejam se esforçando para romper os malditos clichês. Eu não aguentava mais aquelas estorinhas de conto de fadas em versão séc. XXI. Entretanto, hoje, ao ver o close do crânio de dois personagens queridinhos sendo dilacerados por um bastão de beisebol; ao ver um personagem (no caso, o pai) a ponto de cortar o braço do próprio filho para não vê-lo ser assassinado… fiquei me perguntando (como se não tivesse mais nada pra fazer da vida) quem afinal são os mortos vivos… e que tipo de zumbis reais não estamos despertando?!
Mas não sei… acho que estou exagerando.
Era “da boa”!

Deivison Nkosi

Professor e pesquisador. Integrante do Grupo KILOMBAGEM

You may also like...

1 Response

  1. Excelente texto, mas é sempre bom lembrar que não faltam opções de séries relevantes pra deixar de ver as ópio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>