Tenta me catar se for possível – Bá Kimbuta

 Clip da música ‘Tenta me Catar’ do Álbum Universo Preto Paralelo

 

Ficha Técnica
Direção – Leko moraes, Patrick (Maçãs Podres) e Thiago Moreira
Produção – Taís Lopes, João Garcia
Câmera – Sebastião Otávio, Leko moraes
Edição – Andréa Souza (Comunidade Audiovisual – Coletivo Caco de Tela), Leko Moraes, Thiago Moreira, Patrick (Maçãs Podres)
Roteiro: Ba Kimbuta, Patrick, Thiago Moreira, Leko moraes
Participação Especial – MC Soffia
Realização – Axé Produções

 

Faça o Download do Cd

Ba Kimbuta

Em 1996, Bá Kimbuta toma posição na briga, articula-se, mergulha de corpo e alma no movimento hip-hop e logo funda a banda Uafro, onde atua como vocalista e compositor. DJ’s, grafiteiros, B-Boy’s, MC’s, afiam-lhe a consciência e a linguagem, não deixando a menor dúvida: o Rap é instrumento de luta e é lá que vê o elemento fundamental de resistência negra. Organiza com outros irmãos a associação Negroatividades, fortalecendo o movimento negro em Santo André e São Paulo, promovendo debates e reflexões sobre a luta de gênero, a luta racial e a luta de classes. Ainda com a Negroatividades, produz “Grito da Periferia”, documentário exibido pela TV Cultura em 1999, além de diversos eventos, como discussões sobre saúde da população negra. Com a banda Uafro participou das coletâneas Revolução com a nossa cara, tributo a Celso Daniel, Nós na Fita e Projeto Viajar. Junto à comunidade organiza o fórum de entidade negras de Santo André, e a luta pela aprovação do feriado 20 de Novembro em Santo André, e outras cidades da região. Com o coletivo Uafro grava o vídeo-clip “Descobrimento do Brasil segundo Adal” e o vídeo do Projeto Canja com Canja. Bá é co-fundador da Escola de Cultura Negra Bantu, co-produtor do dia da Cabeça Preta, Jantar Africano, Pão e Vinho Cultural e do curso da África História Viva. Desde 2006 integra o grupo Amandla como compositor, percussionista e vocalista, grupo que se utiliza do Rap para denunciar as atrocidades cometidas pelo capitalismo. É membro militante do grupo de juventude negra Kilombagem que promove intervenções, palestras e debates em torno de questões políticas e sociais. Faz parte dos grupos Estimulamente, da Banca Audácia, e do Projeto Conde Favela. Em 2012, lançará seu CD – Universo Preto Paralelo – em fase de produção e finalização.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>